Reader Comments

Crônicas Da Saudade

by Lucia Linda (2018-10-11)


Privatizar a distribuição da água constitui-se como uma alternativa que pode garantir uma gestão mais eficiente dos recursos, no entanto esta via pode implicar um aumento das desigualdades no acesso à água potável e ao saneamento básico entre a população pondo em causa alguns dos princípios fundamentais como direito à água e inclusive direito à vida.A importância da temática da escassez da água pode-se compreender resumidamente numa simples frase: a água é mais importante recurso natural essencial para vida para qual, ao contrário de outros recursos, não há substitutos aliando-se ao mesmo uma grande importância social e inclusive económica.Mercado não é mecanismo mais eficiente para abastecer água às populações pois seu objectivo é lucro, logo só os indivíduos com capacidade Bolsa bau económica é que vão poder beneficiar do seu acesso, ficando então os indivíduos mais pobres novamente excluídos do abastecimento de água. No geral, a privatização da água não traz muitos benefícios aos países pois a diminuição de redução de postos de trabalho tem levado à perca de qualidade do serviço, a adopção do princípio da recuperação dos custos tem levado a que muitas pessoas fiquem sem acesso a água por não ter condições financeiras para pagar os altos preços por vezes praticados e sobretudo facto de não haver sistemas de regulação que preceituem a acção das empresas privadas provoca que estas só procurem lucro esquecendo-se dos mais pobres e incrementando as desigualdades no abastecimento de água entre ricos e pobres. A preocupação com a Educação, no âmbito da escola pública, teve início em 1.956, no Centro Educacional Guairá, hoje Escola Estadual Guairá, sob a iniciativa da professora Pórcia dos Guimarães Alves, então diretora da Instituição, que criou uma clínica psicológica, visando ao estudo de crianças com problemas de aprendizagem e repetência escolar. A Educação Especial, assim, enquanto Modalidade de Ensino deve considerar as contribuições das atividades lúdicas e dos jogos em seus ambientes escolares, principalmente quando se reflete sobre as dificuldades apresentadas pelos alunos com necessidades educativa especiais, e extremamente importante, que a escola também contribua para que, brincando também se aprende e vice - versa. A eficiência, equidade e gestão ambiental são os princípios que norteiam a gestão integrada dos recursos hídricos, onde todos devem participar desde cidadãos individuais, empresas a Governos (Molle, 2008). Compreende-se então de que considerar a água enquanto bem económico de acordo com a visão neoliberal permitiria resolver os problemas de escassez.