Reader Comments

VESÍCULA SEMINAL

by uk lw (2018-01-16)


VESÍCULA SEMINAL: Conflito de perda de território, de um lado, sexual e/ou afetivo. Frustração sexual. Filho de pai castrante, arbitrário, rígido, frio, rígido. Ressentir-se: "Quando faço amor eu estou em perigo". "Não tenho o direito de ser um homem, para me expressar sexualmente". "Eu tenho que fazer o amor rápido, antes que me descubram". ÚLCERA NA VESÍCULA SEMINAL: Conflito de território. Conflito biológico de perda de território ou do conteúdo do território (a mulher abandona o território). Pressão, tensão e culpa sexual. Convenções sociais. Despeito contra um casal anterior. Medo da mãe. PRÓSTATA: Os problemas da próstata são muito mais freqüentes após os 50 anos. Informam a quem os sofre, que deixa que lhe incomoda uma situação em que sente a impotência, uma situação que não pode controlar a sua vontade. Se cansa da vida. Esses problemas indicam que não pode controlar tudo na vida e que, às vezes, o universo nos envia situações que nos ajudam a soltarnos com o fim de criar outra coisa melhor. Quando o homem experimenta um sentimento de impotência, ao mesmo tempo, a sua libido diminui. Esta diminuição é simplesmente um reflexo do que acontece em seu interior. Seu problema de próstata tem como finalidade ajudá-lo a restabelecer contato com seu poder de criar sua vida. Pare de acreditar que porque envejeces, você é menos poderoso e menos capaz de criar. É verdade que o corpo se deteriora com o tempo e isso é natural. No entanto, esta é a ocasião ideal para que você use todas as forças mentais e emocionais que você adquiriu com o passar dos anos e acha outra coisa, permitindo que os mais jovens possam ajudar você fisicamente. Você deve deixar de acreditar que, porque você decidir delegar, você perde o valor. Ao contrário, isso se chama sabedoria. Se eu tenho uma dificuldade na próstata, devo perguntar-me se vivo dificuldade e culpa frente aos meus netos ou com meus próprios filhos, que, mesmo adultos, ainda são para mim, os "pequeninos" e "frágeis". Tenho medo de que estes estejam em perigo, bem moralmente bem fisicamente, e sobre tudo na face a qualquer situação que pode estar relacionada com a sexualidade e que aparece aos meus olhos como suja ou que sai das regras comuns estabelecidas pela sociedade. Se eu não tiver filhos ou netos, a dificuldade pode ser vivida com um sobrinho ou um garoto do bairro que considero "como fazendo parte da família". Aprender a fazer confiança e o fato de ter medo de que aconteça algo de grave ou algum dano às pessoas que amo só atrai mais o objeto do meu medo. Outro problema muito comum quando a próstata é afetada, tem relação com algo fora das regras, sujo" e que tem que ver com a sexualidade, não é o fato de fazer o amor ou não. Exemplo: Um senhor que tem um câncer de próstata, a sua mulher não quer ter Power Blue Comprar relações sexuais. Estas são muito poucas e não satisfatórias. O "não pode" ter relações e procura outras. Sua secretária é muito bonita e ele procura conquistá-la. Ela não acede aos seus pedidos, e segue a impotência e o "não poder" ter relações sexuais. Quando existe esta questão de não poder, o inconsciente biológico faz com que a próstata maior (tumor, mais células). É: "fora das normas, sujo" e tem que ver com a sexualidade, mas não técnica, mas sim com o órgão sexual. Outro exemplo mais sutil, que se encontra muito freqüentemente no adenoma ou o câncer de próstata, é quando há uma grande diferença de idade entre o homem e a mulher, é: "fora das regras". Isto está fora de nossas regras. O aceite na norma judaico-cristã é que o homem seja um pouco maior do que a mulher, alguns anos é suportável. Mas quando há uma grande diferença está fora da norma. Se o homem tem 60 anos e a mulher de 20 ou menos, tem gente que está sujo e dizem: "que faz esse velho com o jovem". Obviamente, é sexual, porque eles têm relações, mas o que se nota mais é que é uma relação entre alguém que é como um pai e sua filha. Não são dois jovens que se queiram de amor.